Blogroll

               

13 janeiro 2016

Romarinho, a joia cearense agora em gramados paulistas.

Romarinho, ex-atacante do Fortaleza falou ao Arena 303


Romário Lucas Menezes de Araujo, mais conhecido como Romarinho, ex- atacante do Fortaleza Esporte Clube. Hoje, aos 21 anos ele terá a oportunidade de jogar o Campeonato Paulista de 2016 pelo Rio Claro Futebol Clube. Depois de atuar no Fortaleza desde as categorias de base, onde foi campeão estadual nas categorias sub-16 e 17, além de ser bicampeão no sub-20, Romarinho também faturou o estadual de 2015 na equipe profissional, agora ele deixa o clube em busca de novas conquistas e sonhos. Foi isso e mais um pouco que ele contou para a nossa equipe do Arena 303 em uma entrevista bem descontraída.


Romarinho falou sobre época de base, falou dos bastidores do Fortaleza e muito mais...


Glayson: Sobre inicio da carreira, com quantos anos você se tornou profissional, e o primeiro jogo como profissional qual foi?

Romarinho: Aos 17 anos, e o primeiro jogo contra o Crateús onde fiz 2 gols.



Vasculhando o baú do futebol cearense encontramos um vídeo que mostra a estréia de Romarinho e os seus 2 gols marcados contra o Crateús no Campeonato Cearense.




Glayson: Quais os melhores treinadores que você teve desde o início, desde quando nem pensava que seria profissional até hoje?

Romarinho: Ronaldinho Rodrigues , Marcos Rola , Hamilton (Colégio 7 de Setembro) e Jorge veras.




Ronaldinho Rodrigues, um dos primeiros treinadores 

de Romarinho, ele que lapidou a fera.











Jorge Veras, treinador de base de Romarinho no juniores do Fortaleza.








Obs: Infelizmente não encontramos fotos de Marcos Rola e Hamilton.


Glayson: Você tem mágoa de alguém no Fortaleza por não ter sido tão aproveitado, faltou vontade do clube permanecer com você?

Romarinho: Jamais terei mágoa do Fortaleza, sou grato pela oportunidade de ter aparecido lá, infelizmente por conta de algumas lesões não tive sequência de jogos. Em relação à minha permanência no clube, eles tiveram interesse em ficar comigo, só que recebi uma proposta melhor e eles não quiseram cobrir. Mas deixei as portas abertas lá , e se Deus quiser voltarei em breve e com mais experiência.


Glayson: Qual sentimento naquela fração de segundos do lance contra o Macaé, jogo que você foi mesmo sem estar 100% mas entrou muito bem, e quase fazia o gol do acesso do Fortaleza.

Romarinho: Sentimento de frustração por um objetivo não alcançado mas de dever cumprido por ter dado o meu melhor, fui na raça mesmo ali e graças a Deus nas partidas mais importantes do Fortaleza no ano eu fui bem nos jogos.
Só fiquei chateado ano passado por conta que tinha condições de estar no jogo contra o Brasil de Pelotas e nem se quer fui relacionado.



Romarinho ao fim do jogo contra o Macaé carregado por seu pai.


Glayson: E no extra campo Romarinho faltou algo, Você tava pronto para esse jogo ou o Chamusca não poderia contar contigo?
Romarinho: Faltou nada em relação extra campo. Eu estava pronto para ajudar, foi por opção mesmo, sempre respeitei a opção dele (Chamusca).


Glayson: Você vestiria a camisa do Ceará no futuro?

Romarinho: Sim, sou atleta profissional, e não vejo nenhum problema nisso, sempre irei dar meu máximo em todos os times que eu atuar.


Glayson: Falando sobre 2016, você tem se preparado bem para evitar as lesões para esse ano, e qual expectativa no Rio Claro para o Paulistão?

Romarinho: Já no Fortaleza tinha começado a fazer trabalhos de prevenção com os fisioterapeutas e na clínica do albino, e aqui no Rio Claro continuo fazendo prevenções com os profissionais daqui, Pilates e fortalecimento muscular. Expectativa ótima, já estou tendo sequência de jogos aqui, isso é importante para começar bem.




Romarinho foi apresentado no Rio Claro ao lado de outros atletas, um deles Alex Silva campeão brasileiro pelo São Paulo FC.



Glayson: E para o segundo semestre já tem algo, alguma conversa com a Portuguesa?

Romarinho: Não tenho nada em mente, pensar em fazer um ótimo paulistão e deixar Deus conduzir.


Perguntado como seria caso enfrentasse o Fortaleza em um suposto mata-mata Romarinho mostrou seu carinho pelo Fortaleza, mas deixou claro seu profissionalismo.

Romarinho: Seria uma experiência boa né jogar contra o time que vc viveu vários anos e sabe da grandeza do clube.



Romarinho também falou sobre essa onda que vem da China levando os nossos jogadores brasileiros para lá.


Romarinho: A entrevista que o Renato Augusto deu, ele foi muito bem nas palavras, ele pensou em um melhor futuro para toda a família.
Carreira de jogador é curta.



BATE BOLA COM ROMARINHO


Glayson: Clube em que sonha em jogar?

Romarinho: Flamengo por meu pai ser flamenguista.
E depois jogar na Europa.

Glayson: Melhor amigo no Futebol?

Romarinho: Manoel Chuva


Manoel Chuva e Romarinho são amigos desde tempo de base, e essa amizade se prolonga até hoje.



Glayson: Melhor jogador ao qual você viu jogar ao vivo?


Romarinho: No futebol cearense que eu vi foi o Osvaldo.


Romarinho e Osvaldo em uma visita de Osvaldo ao CT do Fortaleza.



Glayson: Qual o melhor do mundo pra você hoje?


Romarinho: Para mim é o Neymar, o melhor do mundo hoje.



Glayson: O fato de ser pai ajudou ao Romarinho? Você que sempre demonstra seu amor ao filho nas redes sociais. E qual a mensagem que você deixa pra galera que acompanha a Arena303 ?!


Romarinho: Ser pai me ajudou muito me deu mais responsabilidades e me ajudou a chegar onde estou hoje, mandar um abraço para galera do Arena 303, e muito sucesso, tamo junto!



Romarinho e seu filho, o famoso "baixinho Clodô"



O Arena 303 deseja ao Romarinho um ano de 2016 de muitas conquistas, 

agradecemos por toda humildade e disponibilidade, estaremos ligados nos 

lances da nossa fera no Paulistão 2016.

E você que curtiu essa entrevista curte e compartilha.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

c