Blogroll

               

01 fevereiro 2016

GUIA DA PRÉ LIBERTADORES: Os confrontos que definirão os últimos integrantes da fase de grupos


A Taça Libertadores de 2016 será insana, pois vários clubes tradicionais irão disputar o mais cobiçado trofeu das Américas. A competição Sul Americana que conta com clubes mexicanos começará nesta terça-feira (02) com a Pré Libertadores que definirão os últimos classificados para a fase de grupos.






 -  Oriente Petrolero x Santa Fé

Oriente Petrolero é um clube tradicional da Bolívia e um dos únicos a nunca ter disputado a segunda divisão local. O clube garantiu a terceira e última vaga da Bolívia pela soma de pontos nos dois torneios nacionais (ambos vencidos pelo Bolívar). Por isso disputará a fase prévia. 
A equipe conta com o treinador espanhol Xabier Azkargorta, que comandou a seleção da Bolivia em duas oportunidades (uma delas em 1994). Ele também foi técnico da seleção do Chile e de vários clubes espanhóis. 
Sua equipe tem como ponto forte a defesa sólida e a bola parada, além de apostar na velocidade pelos flancos. 
O volante Pedro Azogue é o principal jogador da equipe de Santa Cruz de la Sierra. Tem uma saída de bola qualificada, além de ser um dos maiores ladrões de bola do Campeonato Boliviano. 
Do lado colombiano, a esperança do título da Libertadores ser conquistado é real. O clube vem de uma conquista importante: o primeiro time colombiano a ser campeão da Copa Sul Americana e foi por isso que o Santa Fé garantiu vaga na Libertadores. Na última edição da "Liberta", o Expresso Vermelho chegou até as Quartas de Final até ser eliminado pelo Internacional, além de ter chegado as semi em 2013. Para avançar na competição, o treinador uruguaio Gerardo Pelusso aposta na experiência do argentino Ómar Perez, um clássico camisa 10. O carequinha pode conduzir a equipe a mais um ótima campanha na Libertadores.
O Petrolero faz a partida de ida em casa, nesta terça-feira. A volta, em Bogotá, será no dia 9. Quem avançar será adversário do Corinthians no Grupo 8, que também tem Cerro Porteño (PAR) e Cobresal (CHI). 

- Hurácan x Caracas

Hurácan e Caracas é um dos duelos mais equilibrados da fase prévia da Libertadores. A equipe argentina garantiu vaga na competição após ser vice campeã da Copa Sul Americana. Em 2015, disputou a Libertadores inclusive tendo passado pelo Aliança Lima/PER na Pré-Libertadores. A equipe chegou a vencer o Cruzeiro, mas não conseguiu avançar para as oitavas de final. O destaque do El Globito fica a cargo de talentoso meia argentino, Romero Gamarra. Meio-campista argentino, de 21 anos, canhoto e com bom chute e bela visão de jogo. Romero esteve na mira do Corinthians no início do ano, mas pelas altas pedidas do Huracán quanto ao valor para a transferência, a negociação esfriou
Pelo lado venezuelano, a esperança de uma boa Libertadores não é muito grande. Após penar para garantir a vaga, a equipe não se reforçou como o esperado e pode ficar pelo caminho ainda na primeira fase, mas a força da torcida dá uma maior fé no avanço venezuelano. 
A esperança da torcida tem nome: Angelo Peña, camisa 10 dos "Vermelhos" com um arremate de longa distância muito perigoso, principalmente, na altitude.

O vencedor do confronto de 180 minutos, ingressará no grupo 4 , que já conta com as presenças confirmadas de Atlético Nacional , Peñarol e Sporting Cristal.

- Puebla x Racing

O Racing é um dos francos favoritos ao título da Libertadores, mas terá que passar pelo bom time mexicano. Duas equipes que poderiam já está na fase de grupos terão que brigar por apenas uma vaga. A equipe argentina tem uma equipe mais técnica, pois, tem nomes como: Diego Milito, Lisandro López e Bou, além da experiência do técnico Diego Cocca. Após um hiato de vários anos, o clube argentino voltou a Libertadores no ano passado onde parou nas quartas de final. A agremiação tem um título que foi conquistado em 1967.
Por sua vez, o Puebla debuta na competição após ter conquistado a Super Copa do México. O clube da América do Norte tem como curiosidade a idolatria da sua torcida por Muricy Ramalho. Quando era jogador, Muricy e seus cabelos esvoaçantes desfilaram pelo México entre os anos de 1979 e 1985. O então meia, marcou 48 gols e conduziu a equipe ao título nacional de 83. 
Já que não contará com Muricy dentro de campo, o técnico Pablo Alejandro Marini tem como esperança a sólida defesa comandada por Patricio Araújo. 

Quem passar, integrará o Grupo 3 com: Boca Juniors, Bolívar e Deportivo Cali.

- River Plate/URU x Universidad de Chile

Um dos confrontos mais discrepantes dessa fase, River Plate e Universidad de Chile colocarão frente a frente as escolas uruguaias e chilenas. O homônimo argentino tentará a classificação e usará como arma o primeiro jogo em casa. Os uruguaios tentarão fazer o resultado e segurar a partida no Chile. A esperança do River fica a cargo de Robert Flores que já rodou pelo futebol brasileiro.
Os chilenos sempre entram como favoritos na competição mais importante das Américas, principalmente, com o crescimento do futebol local. A Universidad ficou com a vaga após conquistar a Copa do Chile e aposta na estrela de Lorenzetti para avançar na competição.

O vencedor garante vaga no grupo 2 que contém: Palmeiras, Rosário Central e Nacional.

- Indiependente del Valle x Guaraní 

Um dos jogos menos esperados da Libertadores é o duelo entre Indiependente del Valle e Guaraní, mas são duas zebras que podem assombrar qualquer grande clube na competição. Em 2015, o Guaraní eliminou o Corinthians e chocou a América, mas o time paraguaio não tem grandes aspirações na edição dessa temporada.
O time equatoriano contará com o experiente goleiro Azcona para tentar avançar a fase de grupos.

Quem passar vai para o grupo de Atlético/MG, Melgar e Colo-Colo.

- Universidade de César Vallejo x São Paulo

Mesmo com a vaga na Libertadores, o São Paulo não teve um 2015 tranquilo. Cheio de crises internas que refletiram no rendimento dentro de campo, o Tricolor tenta se equilibrar para conquistar a América mais uma vez. Com o multi campeão Edgardo Bauza no comando da equipe, o São Paulo terá uma forma mais defensiva de jogar apostando na velocidade de seus atacantes. O clube paulista acertou a volta de Lugano, além das chegadas de Calleri e Mena, em contrapartida perdeu os ídolos Rogério Ceni e Luís Fabiano. 
Sabendo da inferioridade técnica, o César Vallejo aposta na marcação e na força da torcida para eliminar o time brasileiro. O treinador da equipe peruana Franco Navarro conta com Millán para conseguir surpreender o Tricolor e se classificar à fase de grupos da Libertadores. O meia colombiano de 29 anos é um dos destaques da equipe peruana e foi o autor de um dos gols da vitória por 3 a 0 contra o Real Garcilaso, na partida que selou a ida do César Vallejo à Pré-Libertadores.

O ganhador entrará no Grupo 1 do campeonato, que já conta com Trujillanos-VENThe Strongest-BOL e o atual campeão River Plate-ARG.





Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

c