Blogroll

               

22 fevereiro 2016

Midtjylland: O futebol por estatística

O time dinamarquês que vem evoluindo. 

 Midtjylland é um clube dinamarquês que vem  buscando seu espaço no cenário nacional e internacional. A equipe possui um título da liga nacional, na temporada 2014-15, e disputa a Liga Europa, onde se encontra na segunda fase tendo vencido o Manchester United no confronto de ida, na Dinamarca, por 2x1. 
Para que tenha um crescimento gradual, o clube busca não gastar valores exorbitantes em contratações, além de não errar o "tiro", ou seja, busca várias garantias para que o atleta vá render de acordo com o esperado. 
Sabemos que o futebol não é uma ciência exata, mas uma das formas de reduzir a possibilidade do erro é a contratação via estatística. Mesmo havendo uma resistência pela grande maioria, estudar os números de um atleta é essencial para potencializar seus pontos fortes e melhorar seus pontos fracos.
É óbvio que o esporte não é estatisticamente certo e nem temos garantias de que o atleta repetirá seus números, até porque envolve diversos fatores fundamentais, como físico, técnico, tático e psicológico. São infinitas as variáveis dentro de uma partida e, ao contrário de outros esportes, não há interrupção a cada jogada ou troca de posse de bola. Com menos recomeços programados, o universo de possibilidades só aumenta a cada ação ou movimento.
O clube com apenas 16 anos de existência se baseia nos dados e para seu sócio majoritário a informação é a base de tudo. Para buscar números precisos, Matthew Benham, criou um aplicativo em que obtém dados específicos de cada jogador. O empresário é um apostador renomado e já usava esse método no ramo das apostas. Transportou toda a complexidade de seus dados para a gestão de um clube.
 O que interessa para ele é como cada jogador desempenha em determinada situação ou setor de campo.
Além do Midtjylland, o magnata possui o Brentford, time da segunda divisão da Inglaterra (Championship). O pequeno clube já colheu resultados dessa filosofia como o acesso para a segunda divisão e a venda de Andre Gray, artilheiro do time em 2014/15, chegou da quinta divisão e um ano depois saiu como a maior venda da história do Brentford. O clube inglês, após a nova política, chegou pela primeira vez aos play-offs. 
Dessa forma, resta saber se os clubes de Benham conquistarão mais títulos e se a medida implantada "vire moda".
Midtjyllan já conquistou o nacional e vem surpreendendo na Liga Europa, será o início de uma hegemonia nacional e uma mudança nas políticas de contratações ? É esperar para ver! 

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

c