Blogroll

               

19 fevereiro 2016

Quando o virtual se torna verdadeiro

Xiiiuuu, não fala que eu tô aqui

A goleada aplicada pelo Ceará diante do Flamengo-PI, pela segunda rodada da Copa do Nordeste, colocou o alvinegro na vice liderança do grupo E da competição regional, com três pontos conquistados. Porém, ao final da partida o técnico Lisca resolveu esclarecer alguns pontos "pendentes" antes de sua rotineira entrevista coletiva. Entre os assuntos ele resolveu citar um em específico: "A forma como a imprensa noticiou alguns acontecimentos na última semana".

Para o comandante alvinegro ficou claro que alguns veículos e profissionais do jornalismo esportivo faltaram com respeito contra ele. "Antes de mais nada, me respeitem, vocês querem me criticar, que eu sou mal treinador, que substitui errado, vocês tem todo direito,mas não entrem na vida pessoal e inventem uma série de situações que aconteceu essa semana, eu não escuto e não vejo, mas chegou pra mim. Por favor, eu sou um pai de família, tenho duas filhas, sou um profissional me dedico pra caramba e respeito todos vocês, me respeitem, só isso que eu peço" concluiu o técnico alvinegro.

Mas qual seria a real bronca de Lisca?, por quê o técnico que livrou o clube do rebaixamento - e que tem 86% de aproveitamento no ano - se queixou tanto dessa forma?....Pois bem, nas últimas semanas alguns boatos vem sendo plantados nas redes sociais. Um "zunzum" sobre uma possível saída de Lisca, e de um eventual desentendimento com a diretoria do clube tomaram conta do mundo virtual. Até aí nada de mais, até porque estamos falando de PERFIS FALSOS, e se é falso não deve ser levado à sério, ou pelo menos não deveria. O grande imbróglio é que isso saiu do potencial e virou real. Efetivamente alguns nomes da crônica esportiva alencariana deram vida a "falácia internética" e foi aí onde eles, infelizmente, esqueceram o princípio básico do bom jornalismo: a apuração da notícia e a verdade absoluta sobre os fatos acima de tudo

A equipe do Futebol Cearense (página de referência sobre o futebol local) já sofreu com um caso parecido, ano passado circularam alguns "prints" de irreais notícias postada em seus meios de comunicação, nada do que foi circulado havia sido feito pela equipe, por sorte, a maioria dos seguidores e admiradores do grupo, acreditou na integridade do pessoal da "FC" e rapidamente "desfizeram o mito". 





Não foi o primeiro, tampouco será o último caso assim, certamente teremos mais casos como esse, pro bem do jornalismo esportivo e pela defesa do bom profissional, esperamos que fique apenas no campo do imaginário, lá onde alguns cretinos tem vez e voz. 




Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

c