Blogroll

               

30 março 2016

Onde erramos?


Quem me conhece sabe que eu não sou de ficar torcendo pela seleção brasileira, há muito tempo não consigo sentar na frente da televisão e vibrar esperando um resultado positivo, assisto por puro prazer de ainda curtir uma partida de futebol. Tenho minhas ideias e convicções sobre tudo que envolve o submundo da bola, sei que os erros extrapolam as quatro linhas e que isso afeta diretamente o rendimento dentro delas, ainda assim, vez por outra me pego tentando cabecear uma bola, ou tentando desviar um chute contra a nossa meta. 

Não vi Pelé, Zico, Sócrates, Falcão e nem Rivelino ou tantos outros gênios jogarem, mas me sinto feliz por ter alcançado caras como Romário, Rivaldo, Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo e Cafu (sim, o lateral sempre foi contestado, mas nunca foi "arregão"). É por ter os visto em campo que minha relutância pró seleção ainda é grande, não consigo entender como um jogador não se doa durante os noventa minutos afim de vencer o jogo. Passamos por dificuldades táticas, sim isso é claro, mas técnica não, mesmo com toda irregularidade da nossa seleção e futebol de um modo em geral, ainda temos bons nomes nas principais ligas pelo mundo. O que falta ao nossos jogadores é brio, garra, gana de ganhar. 

Imagino se Garrincha ainda tivesse vivo o que falaria de um atacante brasileiro que não parte pra cima da marcação, o que Telê diria se visse um atleta dele falar que "não tem que provar nada pra ninguém", imagino os berros que o "Doutor" estaria soltando agora nas emissoras e portais Brasil à fora, o que Gérson e Rivelino pensam de um meio sem criatividade, imagino Careca meio "chateado" por não ter nascido mais tarde pra aproveitar essa MOLEZA que é a camisa 9 da seleção canarinho. E por fim, e não menos importante, imagino Zagallo (talvez o maior torcedor do Brasil), sofrendo a cada lance desgovernado de um time sem identidade.

Espero um dia poder voltar à comprar aquela camisa amarela, a mais vitoriosa do futebol mundial, a mesma que um dia assombrou o mundo com o bom futebol, não com isso que vemos hoje. 

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

c