Blogroll

               

27 abril 2016

As oitavas da libertadores prometem ser dureza para os brasileiros



Dos cinco clubes brasileiros que começaram a libertadores, apenas o Palmeiras já deu adeus a competição. Atlético-MG, Corinthians, Grêmio e São Paulo permanecem vivos em busca do título mais cobiçado do continente. Porém essa é a hora que tudo começar a ficar mais complicado, e os adversários não são nada fáceis, cada um com suas particularidades e dificuldades.

Atlético-MG x Racing Club

O galo pegou uma das mais equipes mais "casca grossa" do torneio. O Racing Club da Argentina tem um time competitivo, com muita marcação e um ataque perigoso. Capitaneado por Diego Milito, La Academia conta ainda com os perigosos: Roger Martínez, Lisandro López (aquele mesmo que estava no Internacional ano passado) e o talentoso meia Óscar Romero, além é claro de sua apaixonada e fiel torcida. Apesar disso os mineiros são favoritos para o confronto, Diego Aguirre tem um ótimo elenco a sua disposição e a vantagem de decidir o confronto em casa, não poderá vacilar na primeira partida. A força ofensiva de Robinho, Pratto, Luan e Cazares é o ponto forte da equipe.

Corinthians x Nacional

O time de Tite também não terá vida fácil nessa fase da competição, O Nacional, sempre tradicionai e competitivo promete engrossar demais a disputa pela vaga nas quartas de final. A equipe uruguaia tem em Nico Lopez sua principal e mais perigosa arma ofensiva, o jovem atacante foi o grande da destaque da primeira fase com três gols. Os brasileiros decidem a vaga na Arena Corinthians, e o poder defensivo de Tite tem que prevalecer nesse primeiro confronto.

Grêmio x Rosario Central

Esse duelo promete ser um dos mais duros das oitavas de final, a disputa entre brasileiros e argentinos por si só já é um atrativo à parte, e aumenta quando dois clubes de "pegada" estão frente à frente. O Grêmio é mais técnico, tem mais qualidade individual, mas o Rosario é mais tático, e levará a decisão para o gigante de Arroyito, onde só perdeu uma partida nos últimos seis meses, promessa de dois bons jogos.

São Paulo x Toluca

O tricolor paulista conseguiu a classificação a duras penas, a sofrida passagem de fase se deu por conta do irregular futebol apresentado ao longo da primeira fase, por isso o adversário é nada mais nada menos que o melhor primeiro colocado da fase de grupos. O Toluca conseguiu a classificação com um futebol envolvente e se mostrou uma equipe muito bem treinada por Cardozo, aquele ex atacante paraguaio. Ainda assim, pela tradição na competição o São Paulo tem totais condições de avançar de fase, a ausência de Calleri é um ponto negativo para o time, o artilheiro da competição cumprirá suspensão automática e não enfrenta os mexicanos na partida de ida do confronto.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

c