Blogroll

               

09 maio 2016

Givanildo mostra mais uma vez que é bom



"Os caras tem que fazer uma estátua pra ele, é um cara fora de série, muito profissional, tem o grupo inteiro nas mãos e ele falou no primeiro dia que o nosso ano iria ser diferente, e realmente tem que respeitar o homem, porque ele sabe das coisas". Essas foram as palavras do meia Danilo, autor dos três gols do América nas finais do mineiro, ao se referir sobre Givanildo Oliveira. 

Homem de fala mansa, mas muito vibrante à beira do campo, Givanildo rechaça qualquer esteriótipo dos técnicos atuais, ficando quase alheio aos comentários sobre tática, mas arma o time da forma que quer e precisa pra determinada partida. Não tem a grife dos "grandes" nomes de treinadores brasileiros, mas seus resultados são sempre ótimos e efetivos.

E com esse estilo sereno à beira de uma erupção, ele já conquistou o acesso no campeonato brasileiro da Série B para a elite do nacional: América-MG (duas vezes), Paysandu, Santa Cruz e Sport, ainda conseguiu levar o Coelho da Série C para a B. Títulos ele tem aos montes: são 13 estaduais, 3 nacionais, uma Copa do Nordeste e uma Copa dos Campeões(que colocou o Paysandu na rota internacional e levou o clube até a libertadores). 

Givanildo não é bom técnico só por suas conquistas, ele é bom porque conhece futebol ao pé da letra, entende do riscado, sabe bem o que fazer e como executar. Ele merece um reconhecimento maior por parte da imprensa, não dá pra fazer uma cara de espanto sempre que ele vence algo, como se fosse impossível.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

c