Blogroll

               

24 agosto 2016

Copa do Brasil: Guia das oitavas de final

A Copa do Brasil vai chegando a sua fase mais aguda, com a presença dos clubes que disputaram a Libertadores e o Internacional, que ficou em quinto lugar no último Brasileirão.
Com algumas surpresas e mais times da Série C do que da B, a competição mais democrática do país recomeça suas disputas após a pausa para as Olimpíadas.


Resultado de imagem para Copa do Brasil

São Paulo x Juventude - (Ida: 24/08 e Volta: 21/09)

Na Copa do Brasil, esse é um confronto inédito, mas as duas equipes já se enfrentaram 18 vezes na história. O duelo é equilibrado, mas o Tricolor leva vantagem, com sete vitórias, seis empates e cinco derrotas.

A maior goleada do confronto é do São Paulo, quando venceu a equipe gaúcha por 5x0, em 2006, no Morumbi.

O São Paulo entrou direto nas Oitavas de Final da competição, pois disputou a Libertadores no primeiro semestre, sendo eliminado na semi-final do torneio. Na Série A, a equipe ocupa a décima primeira colocação com apenas 27 pontos, sendo sete vitórias, seis empates e oito derrotas, com 22 gols marcados e o mesmo tanto sofrido.

Recentemente, a equipe teve o comando técnico trocado. Bauza assumiu a seleção argentina, enquanto o Tricolor acertou a volta de Ricardo Gomes, que estava no Botafogo/RJ.

O Juventude aposta na boa fase que vem atravessando para eliminar o São Paulo e continuar sonhando com o bicampeonato do torneio.

Na Série C, o clube alviverde defende uma invencibilidade de nove jogos, que o colocou na briga pelo acesso. Faltando quatro rodadas para o fim da fase de grupos, o clube gaúcho está na quinta colocação com 23 pontos, empatado com o Ypiranga/RS.

Na Copa do Brasil,  o Juventude passou por Tocantinópolis, Coritiba e Paysandu.

Melhores campanhas: O São Paulo chegou a final em 2001, mas perdeu para o Cruzeiro, enquanto o Juventude foi campeão em 1999.

Fluminense x Corinthians - (Ida: 31/08 e Volta: 21/09)

Talvez, o confronto mais equilibrado dessa fase. Mesmo com a distância na tabela do Brasileirão, o Corinthians é o terceiro colocado e o Fluminense é o oitavo, nas últimos jogos a equipe corintiana sofreu para pontuar, enquanto o Tricolor vem de quatro jogos sem derrotas no período.

Na história, as equipes se enfrentaram 77 vezes, com 29 vitórias para o Corinthians, 24 para o Fluminense e outro 24 empates. 

Na Copa do Brasil, as equipes se encontraram nas Quartas de Final em 2009, quando o Timão levou a melhor, com um empate em 2x2 no Maracanã e uma vitória por 1x0 no Pacaembu. 

O Corinthians chega na competição após ser eliminado nas Oitavas de final da Libertadores pelo Nacional, do Uruguai. 

Em contrapartida, o Fluminense eliminou o Tombense/MG, Ferroviária/SP e Ypiranga/RS para chegar nessa fase da competição.

Melhores campanhas: O Fluminense foi campeão em 2007, enquanto o Corinthians conquistou em 1995, 2002 e 2009.

Santos x Vasco - (Ida: 24/08 e Volta: 21/09)

Santos e Vasco, atuais campeões paulita e carioca, respectivamente, se enfrentam por uma vaga nas Quartas de final do certame. O Santos, que ocupa a quinta colocação no Brasileirão, tem a volta dos medalhistas de ouro, Gabigol, Zeca e Thiago Maia para ajudar o time na missão de avançar de fase. 

O Vasco, atual líder da Série B, vem embalado por está invicto contra equipes da Série A, nessa atual temporada.
O Vasco fez dez partidas contra times da Série A em 2016, e coleciona seis vitórias e quatro empates. No Carioca, foram oito jogos contra seus rivais, mas o time de Jorginho foi campeão invicto. Na Copa do Brasil, o adversário da terceira fase foi o Santa Cruz: empate em São Januário e vitória contundente no Arruda. 

Na Copa do Brasil, o Santos já eliminou o Santos/AP, Galvez/AC e o Gama/DF, enquanto o Vasco passou por Remo/PA, CRB/AL e Santa Cruz/PE.
Outro atrativo, é a volta de Nenê para Vila Belmiro após 13 anos. Depois de ser revelado pelo Paulista e atuar por Palmeiras e Santos, onde foi vice-campeão da Libertadores.

Melhores campanhas: O Vasco foi campeão em 2011 e o Santos levantou a taça um ano antes, em 2010.

Palmeiras x Botafogo/PB - (Ida: 31/08 e Volta: 22/09)

O confronto de maior discrepância técnica e financeira das Oitavas de final, Palmeiras e Botafogo/PB vão protagonizar um jogo de opostos nessa fase do torneio. 

Na história, o duelo só aconteceu uma vez, em 1977, quando o Palmeiras venceu o Botafogo por 2x0. 

Na Série A, o Palmeiras é o líder com 40 pontos, dois a mais que o vice-líder, e conta com a volta do campeão olímpico, Gabriel Jesus para reforçar seu setor de ataque.

O Verdão estreia na competição após cair ainda na primeira fase da Libertadores, enquanto o Botafogo/PB passou por Linense/SP, Ríver/PI e Ceará. 

Melhores campanhas: O Palmeiras é tricampeão do torneio (1998,2012 e 2015). O Botafogo/PB faz a sua melhor campanha no certame, pois o melhor que tinha feito foi chegar a segunda fase em 2011 e 2014.

Atlético/PR x Grêmio - (Ida: 24/08 e Volta: 21/09)

Atlético/PR e Grêmio devem fazer um jogo quente no frio do sul do país. As duas equipes brigam pela parte de cima da tabela do Brasileirão, mas o Furacão vem de três derrotas seguidas e acertou a saída do Walter, que foi para o Goiás. 

Na história, a vantagem é toda do Grêmio. Em 50 jogos, o Tricolor Gaúcho venceu 24, perdeu 11 e aconteceram outros 15 empates. 

Pela Copa do Brasil, o confronto é igual. Enquanto o time de Porto Alegre eliminou o Rubro-Negro em 1996, o Furacão vingou-se ao tirar o Grêmio da competição em 2013.

O Tricolor estreia na competição após cair nas oitavas de final da Libertadores, já o Atlético/PR eliminou o Brasil de Pelotas/RS, Dom Bosco e a Chapecoense.

Melhores campanhas: O Grêmio é o maior campeão da competição (ao lado do Cruzeiro) com quatro conquistas, em 1989, 1994, 1997 e 2001. O Atlético/PR chegou a final em 2013, mas foi superado pelo Flamengo.

Internacional x Fortaleza - (Ida: 31/08 e Volta: 22/09)

Dois times, duas divisões diferentes, mas uma situação muito parecida: crise. O Internacional chegou a figurar entre os líderes do Brasileirão, mas amarga uma sequência de 13 jogos sem vitória. Atualmente, a equipe ocupa a 15ª colocação com 23 pontos, o mesmo número de pontos do primeiro time da zona, o Vitória. 

O Fortaleza, atual bicampeão cearense, era líder com folgas da Série C, mas uma queda de rendimento fez com que a equipe saísse do G4 e a pressão da torcida aumentasse, pois esse é o oitavo ano seguido do Leão na terceira divisão.

Mesmo com a má fase, as equipes tentarão virar a chave para tentar avançar na competição.

Na história, as duas agremiações se cruzaram dez vezes, com cinco vitórias do Inter, três do Leão e mais três empates.

Pela Copa do Brasil, a vantagem é do Fortaleza. Em 2001, as duas equipes se cruzaram nas Oitavas de Final e o Leão levou a melhor. Após um 0x0 no Beira Rio, uma vitória por 1x0, no PV, classificou o Tricolor.

Melhores campanhas: O Internacional chegou na final em 2009, mas foi superado pelo Corinthians de Ronaldo. O Fortaleza só chegou até as Quartas de Final em 2001, ano que eliminou o Internacional.

Botafogo/RJ x Cruzeiro/MG (Ida: 01/09 e Volta: 21/09)

Botafogo e Cruzeiro brigam na parte de baixo da tabela do Brasileirão e veem na Copa do Brasil, a única forma de levantarem o troféu e garantirem vaga na Libertadores.

Após a saída de Ricardo Gomes, o Botafogo emplacou duas vitórias na Série A, saiu da zona e abriu três pontos dela. Após a chegada de Mano Meneses, o Cruzeiro reagiu na competição e saiu da zona de rebaixamento. Já são quatro jogos sem derrota, mas o perigo ainda é eminente. 

Na história, Cruzeiro e Botafogo se enfrentaram 63 vezes, com 26 vitórias da equipe Celeste, 16 do Glorioso e mais 19 empates. Pela Copa do Brasil, as equipes se encontraram em 2000, quando o Cruzeiro avançou de fase ao empatar em 0x0 no Rio e vencer por 3x2 no Mineirão. 

Mesmo com as equipes em uma zona incômoda na tabela, com os novos treinadores, a perspetiva é de melhora, por isso a Copa do Brasil é levada como prioridade para esse segundo semestre.

Melhores campanhas: O Cruzeiro é detentor de quatro conquistas, 1993;1996;2000 e 2003, assim o maior campeão da competição ao lado do Grêmio. Já o Botafogo, só chegou a final uma vez, quando perdeu para o Juventude, em 1999.

Atlético/MG x Ponte Preta (Ida: 24/08 e Volta: 21/09)

Talento x Regularidade, é assim que o confronto entre Atlético/MG e Ponte Preta é definido. Com um poderio financeiro muito maior, o Galo é recheado de craques e opções para que Marcelo Oliveira escale o time, enquanto a Ponte Preta tem um dos plantéis mais baratos da competição e vê em Eduardo Baptista a regularidade necessária para se manter bem no Brasileiro e fazer uma boa campanha na Copa do Brasil.

No Brasileirão, o Atlético/MG segue na caça ao líder Palmeiras, com apenas dois pontos de diferença, enquanto a Ponte Preta ocupa a sétima colocação. 

Na história, Galo e Macaca duelaram em 26 oportunidades, com 11 vitórias para os mineiros, 6 para os paulistas e mais 7 empates. 

Melhores campanhas: O Atlético/MG foi campeão em 2014 ao derrotar o Cruzeiro na sem-final. A Ponte Preta chegou até a semi-final, em 2001, até parar no Corinthians. 







 

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

c