Blogroll

               

11 outubro 2016

No martírio da Série C, veja onde estão os jogadores que rebaixaram o Fortaleza em 2009

Nos últimos sete anos, o Fortaleza vem sucumbindo na Série C após ser rebaixado em 2009. Após a conquista do tricampeonato cearense, o Leão era um dos favoritos ao acesso , mas não foi isso que aconteceu. 

Com uma campanha irregular, cheia de problemas internos e com atraso de salários, o Tricolor não reagiu a tempo e foi rebaixado no mesmo dia em que seu rival, o Ceará, subiu para a Série A.



Nomes como Élton, Luiz Carlos, Marcelo Nicácio, Christian, Coutinho e tantos outros bons nomes não renderam o esperado, assim culminando com o rebaixamento. 

Naquela Série B, o Fortaleza terminou em 18º com apenas 38 pontos e vinte derrotas no certame. Mesmo com a pífia campanha, Marcelo Nicácio foi um dos artilheiros da competição com 17 gols, além de Luiz Carlos que marcou  13 vezes. 


Junto ao Fortaleza, Juventude, Campinense e ABC caíram para a Série C e dos três, apenas o ABC já tinha voltado para a Série B. Esse ano, o Juventude eliminou o Leão e garantiu a volta para a segunda divisão nacional. 

Confira onde estão os principais jogadores do elenco de 2009:

DOUGLAS (GOLEIRO) - Herói do tri, Douglas falhou muito na Série B e foi crucificado pela torcida. Passou por Paysandu, Boa Esporte, Vitória/BA e hoje é terceiro goleiro do Ceará. 

VLADIMIR (GOLEIRO) - Toda sua carreira foi no Santos sendo emprestado apenas em 2009 para o Fortaleza. Na Série B, atuou em algumas partidas até voltar para a Baixada Santista onde atua até hoje. 

DEDÉ(LATERAL-DIREITO) - Revelado no Ferroviário, Dedé havia feito uma boa temporada no Ceará até se transferir para o rival. No Fortaleza, não teve a mesma regularidade. Atualmente, defende o Mirassol/SP após passagens com destaque por Santa Cruz/PE, Chapecoense e Cuiabá. 

SÍLVIO (ZAGUEIRO) - Começou a Série B como titular, mas com falhas constantes foi sacado do time. Atualmente, defende a Tombense/MG.

ÉDSON CABEÇÃO (ZAGUEIRO) - Titular durante toda a campanha na Série B, o zagueiro foi um dos menos criticados pela torcida. Depois do rebaixamento, atuou com destaque no Figueirense e pelo São Paulo. Hoje, defende as cores do Estrela Vermelha, da Sérvia. 

GILMAK (ZAGUEIRO) - Revelado no Horizonte, Gilmak rodou o interior cearense até se encontrar no Fortaleza. Suas boas atuações não foram capazes de reverter a situação. Atualmente, defende o Ríver/PI, depois de ter sido vice-campeão paulista pelo Osasco Audax/SP.

EVERALDO (ZAGUEIRO) - A falha mais bizarra da Série B foi cometida por Everaldo. Ao recuar a bola sem olhar, marcou um gol contra que culminou com a derrota para o Atlético/GO. Com 42 anos, o seu último registro foi no Grapiúna/RS.

GUTO (LATERAL-ESQUERDO) -  Tratado como joia desde as categorias de base, Guto tinha potencial para ter sido um expoente no futebol, mas sucumbiu junto com o Fortaleza no rebaixamento. Em 2016, recuperou seu bom futebol no Uniclinic. 

EUSÉBIO (LATERAL-ESQUERDO) - Multi campeão estadual, Eusébio era visto com bons olhos pela torcida. Com muita vontade, destoava do descompromisso da maioria do elenco. No Ceará, viveu seus melhores momentos e hoje atua no Horizonte/CE.

LEANDRO (VOLANTE) - Um dos menos culpados pelo fracasso, Leandro era sinônimo de raça e determinação. Revelado no clube, atuou por vários anos no Pici. Em 2016, pouco atuou pela URT/MG.

COUTINHO (VOLANTE) - Com moral, o volante chegou para ser titular e trazer qualidade ao meio-campo leonino. Diferente das expectativas, Coutinho foi muito mal, além de ter uma vida noturna agitada. Passou com destaque pelo Figueirense até chegar na Tombense/MG, em 2016.

CLEISSON (VOLANTE) - Em uma polêmica transação, o experiente Cleisson trocou o Ceará pelo Fortaleza. No Leão, conseguiu demonstrar todo seu potencial, mas caiu de rendimento na Série B. Se aposentou pouco tempo depois. 

ÉLTON (MEIA) - Eterna promessa do Corinthians, o baixinho Élton chegou ao Fortaleza como craque do time. Apesar das boas atuações, foi muito criticado por suas saídas noturnas e relação conturbada com o elenco. Depois do rebaixamento, virou milionário na Arábia e voltou, em 2016, para o CRB.

CHRISTIAN (MEIA) -  Pouco aproveitado pelo técnico Roberto Fernandes, o ex-meia de Palmeiras, Coritiba e Paraná, teve relação conturbada no Fortaleza. Atualmente, defende a Ponte Preta na Série A. 

ROGERINHO (MEIA) - Conhecido pelos problemas extracampo, Rogerinho chegou ao Fortaleza após uma boa passagem pelo clube em 2007, o que não se repetiu em 2009. Ainda passou pelo Ceará e hoje atua no Confiança/SE.

WANDERLEY (ATACANTE) - Com seus melhores momentos no Guarany de Sobral, Wanderley atou por Icasa, Ceará e Fortaleza. No Leão, começou a Série B como titular, mas não manteve a regularidade. O experiente atacante está no Nacional/AM. 

LUIZ CARLOS (ATACANTE) - Um dos personagens mais polêmicos dos últimos anos do futebol cearense, o atacante Luiz Carlos se destacou no Ceará em 2008, passou pelo Internacional e veio para o Fortaleza. Na Série B, o 'Imperador' marcou 13 gols, mas foi alvo de muitas criticas, inclusive sendo afastado do elenco. Estava no Remo/PA na Série C.


MARCELO NICÁCIO (ATACANTE) - Com algumas polêmicas no estado do Ceará, Nicácio acumulou gols e antipatia das torcidas. Na sua melhor fase no Ceará, fez uma pedida exorbitante de salário que quase o deixou de fora do clube, enquanto no Fortaleza foi rebaixado e quando voltou, acertou com o rival após já está treinando no Pici. 


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

c