Blogroll

               

17 fevereiro 2017

Palmeiras 2017: Dor de cabeça boa

A temporada de 2016 terminou com o Palmeiras sendo campeão brasileiro. O time, até então comandado por Cuca, era bem organizado e preciso nas suas ações, tanto defensivas como ofensivas. 
Apesar de nem sempre (ou quase nunca) fazer partidas de encher os olhos de quem o assistia, o alviverde foi passando por seus adversários e conquistou o título.

O time tinha como base: Jailson (que se firmou após a lesão de Fernando Prass); Jean (Fabiano), Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos (Jean), Tchê Tchê e Moisés; Dudu, Róger Guedes e Gabriel Jesus. Aqui você pode conferir uma análise feita por mim, no quadro Arena Tática sobre este time.

Antes mesmo da confirmação do título, já era de conhecimento de todos que o time iria precisar contratar um novo "homem gol". Gabriel Jesus, um principais jogadores do time e dono da função de balançar as redes, já havia sido negociado com o Manchester City  e deixaria o clube ao final da temporada.

No entanto, não foi esta a maior perda da equipe pós título. O técnico Cuca, que já era esperado para renovação, comunicou ao clube que não permaneceria para 2017, e o Palmeiras ficou sem comandante.

Algumas semanas depois, chegou Eduardo Baptista. O técnico que comandou a Ponte Preta em 2016, chegou com a dura missão de comandar um elenco cheio de peças e com uma forma já estabelecida de jogo.

O treinador, que é tido como "jovem" no mundo do futebol e que não foi festejado pela torcida, exatamente por isso, vem enfrentando dificuldades para cair no gosto do torcedor que o critica por "mexer no time que estava ganhando" e insistir em jogadores com baixo rendimento.
Resultado de imagem para palmeiras 2017
De fato, há um pouco de razão no que cobram torcida e imprensa. Eduardo deslocou Dudu para o lado direito e segue insistindo em Róger Guedes no time titular. Além disso, Willian "bigode", que vem sendo a referência do ataque, não está rendendo e com tantas opções no banco de reservas, o torcedor não entende o motivo da insistência do treinador.

Embora no futebol brasileiro dois meses sejam tempo suficiente para demitir um técnico, ainda é cedo para tirar qualquer conclusão sobre time e técnico. O certo é que o Palmeiras tem um elenco recheado de boas opções, uma torcida exigente e uma libertadores batendo na porta. 

Pensando na escalação do time, montamos algumas opções para "ajudar" (ou não) Eduardo Baptista.

Provável Time Titular do Palmeiras


O provável time titular do Palmeiras teria: Fernando Prass; Jean, Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto; Felipe Melo, Tchê Tchê e Moisés; Guerra, Dudu e Borja.
Time Reserva "1"

O time reserva "1" do Palmeiras teria: Jailson; Fabiano, Antônio Carlos, Edu Dracena e Egídio; Thiago Santos, Arouca, Raphael Veiga e Michel Bastos; Róger Guedes e Willian.

Time reserva "2"

O time reserva "2" do Palmeiras teria: Jaílson; Fabiano, Thiago Martins, Edu Dracena e Egídio; Thiago Santos, Jean e Hyoran; Keno, Rafael Marques e Erik(Barrios).


Time reserva "3"

O time reserva "3" do Palmeiras teria: Jaílson; Fabiano, Antônio Carlos, Edu Dracena e Egídio; Thiago Santos(Arouca), Zé Roberto e Raphael Veiga; Vitinho, Erik e Alecsandro(Barrios).

Como você pôde ver acima, opções não faltam a Eduardo Baptista para esboçar o time ideal e o técnico vai ter uma boa dor de cabeça.

Gostou? comenta aí qual seria a sua melhor formação, torcedor!

Feito por: Mateus Marques

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

c